Se prepare para o crescimento da sua empresa por meio da gestão contábil

Planejamento, inclusão tecnológica e todas as perguntas que você deveria fazer para que a sua empresa cresça

Ser empresário e não pensar em crescer a cada dia é praticamente impossível. E para que isso aconteça gradativamente, é muito importante que você faça constantes autoavaliações. Conhecer a si próprio, que no caso é a sua empresa, é um fator importantíssimo para um crescimento exponencial.

É onde entra a gestão contábil, que se torna um ponto de equilíbrio para esse crescimento, mas para que isso aconteça o empresário precisa fazer algumas perguntas para si próprio.

Para onde você quer ir, como você vai e para onde quer chegar são respostas que levam a empresa para um novo montante de perguntas e pode ser utilizado em potencial estratégico para a gestão contábil.

Por que crescer?

Essa é, literalmente, a pergunta de um milhão de reais. Nosso senso natural é questionador e, muitas vezes, o “por que” é a palavra que primeiro aprendemos em nossa vida. Mas dentro de um contexto de gestão contábil, o “por que” questiona o motivo do crescimento, a causa e a consequência que leva você tocar a sua empresa. O poder do “por que”, nesses casos, é olhar para si próprio e entender o ponto de conforto na gestão contábil e no conforto da empresa.

Embora seja difícil, existe a possibilidade até mesmo que, nessa autoanálise você perceba que está satisfeito aonde está, não vendo mais necessidade de crescimento e, a partir daí, ter que tirar um coelho da cartola para buscar novos pontos de motivação para não cair na acomodação natural de qualquer negócio.

Paralelo a isso, cabe um ponto de atenção na gestão contábil, analisar rápidos crescimentos para o suporte da empresa, por exemplo, é ter um cuidado com a manutenção de bons resultados, o que é muito importante para a saúde do negócio.

O tamanho da empresa vai ao encontro do porte da própria e uma boa gestão contábil trabalha dentro do porte do empreendimento, sendo assim, acompanha fatores de crescimento e estruturação, como material humano e tecnológico e o fortalecimento interno e externo da empresa.

E é por isso que a autoanálise do negócio proposta pela gestão contábil é tão importante para o sucesso da empresa.

Estrutura Empresarial

Ok, motivos que levam a empresa a existir colocados à mesa, uma nova pergunta precisa ser feita: a sua empresa tem estrutura pra crescer? Outras perguntas partem por meio dessa, mas vamos focar nesse questionamento inicial.

Nesses casos há um exercício de gestão contábil que se chama: “Dez vezes mais”. Esse exercício parte do conceito da estrutura da sua empresa em situações relacionadas ao crescimento, por exemplo, o que fazer para explorar tal estrutura. O exercício ajudará, então, a descobrir os gargalos que aparecem no caminho.

Cabe, então, você faz a seguinte pergunta, tanto para si mesmo, quanto para funcionários e departamentos específicos da sua empresa: Se a sua empresa crescer dez vezes do dia para noite, quais seriam os gargalos pelo qual você acompanharia tal crescimento.

Você pode pegar situações isoladas, como, por exemplo perguntando ao seu gerente de sucesso do cliente se o suporte da empresa conseguiria suportar-se caso, do dia pra noite, ele crescesse dez vezes, ou para o gerente de infraestrutura como eles lidariam com o crescimento da empresa no que tange a tecnologia, enfim…

Tudo o que foi citado no texto são fatores de total influência no crescimento empresarial. Entretanto, outros fatores também podem agregar nesse crescimento, bem como o material humano, riscos e benefícios, milestones, todos esses fatos que medem o crescimento do seu negócio, dentro do fator gestão contábil.