MEI: Saiba como formalizar o seu em apenas quatro passos

Saiba como é simples se cadastrar como Microempreendedor Individual

Formalizar o seu CNPJ via Portal do Empreendedor, se tornando assim um Microempreendedor Individual, é um processo simples, prático e gratuito. Pelo menos me sua abertura, o futuro MEI, não disponibilizará um centavo e passará por todo o processo de forma virtual, não precisando nem sair de casa.

Entretanto, para situar-se quando a questões monetárias e jurisprudências, é bom que você passe antes por uma consultoria contábil que irá lhe localizar dentre todos os pós e contras da abertura de um MEI, bem como a sua perspectiva do mercado dentro do seu meio de trabalho.

Assim como a abertura, toda a declaração do primeiro ano de MEI pode ser feita de forma gratuita por meio do Simples Nacional, e mesmo um contador não sendo obrigatório, como em outros modelos de empresa, é importante sempre manter uma consultoria contábil por trás para que você não venha se perder o projeto e arar com essas consequências irrisórias.

A abertura, bem como a formalização e a declaração no primeiro ano pode ser feia também gratuitamente por meio de serviços contábeis, por meio do Simples Nacional.

O MEI não precisa obrigatoriamente ter um contador, mas o indicado é que você tenha um de suporte para a apresentação de documentação e cuidado financeiro. Antes de definir uma contabilidade para cuidar do seu CNPJ, busque algumas consultoria contábeis e veja se essas contabilidades podem ajudar em seu processo.

Passo 1:

Pesquise. Entre no Portal do Empreendedor e procure saber, primeiramente, as atividades que o MEI permite que você venha a desempenhar de forma autônoma. Também observe as condições regionais locais para desempenhar determinado serviço como microempreendedor individual. Também faça um balanço de prognóstico que pode ser pré-definido numa consultoria contábil. O lucro líquido da empresa não pode superar 60 mil reais e ao formalizar a sua empresa num sistema de microempreendedor individual, você precisa compreender que terá um limite para receber por seus serviços, este, atualmente, de 60 mil reais.

Passo 2:

Entre no site “Portal do Empreendedor” por meio do endereço: portaldoempreendedor.me. Através do próprio site você terá encaminhado o processo de cadastramento do seu MEI em poucos minutos e de forma gratuita. Mas se ainda houver dúvidas específicas quanto ao cadastro do MEI, o ideal é entrar em contato com o SEBRAE, que disponibiliza gratuitamente um telefone para contato em: 0800-570-0800.