Os Maiores Mitos Sobre o Imposto de Renda

Nem tudo que você lê sobre impostos é verdade. Existem algumas coisas em que você pode acreditar sobre impostos que são completamente falsas. Muitos rumores e mitos sobre impostos de renda no Brasil e há um bom motivo para isso. Muitos estados nem sempre são bons em permitir que os donos de empresas saibam como se manter em conformidade.

Hoje quero dissipar alguns dos mitos sobre Imposto de Renda mais comuns que ouvimos e desvendar um pouco do mistério dessa tarefa que muitas pessoas enfrentam.

MITO 1: NÃO PRECISO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA PORQUE SÓ VENDO ONLINE

A verdade é que qualquer venda de bens tributáveis, seja online, em uma loja física ou em uma feira de artesanato, é tributável. Sempre há exceções, é claro, mas por uma questão de imposto sobre vendas, as vendas pela Internet seguem as mesmas regras das vendas presenciais.

MITO 2: DEVO DECLARAR IMPOSTO SOBRE TODOS OS ÍTENS QUE VENDO

A maioria dos “bens pessoais tangíveis” é tributável, mas a palavra-chave é “a maioria”. Em alguns estados, itens considerados de primeira necessidade – como mantimentos, roupas, remédios ou livros didáticos – não são tributáveis. Em outros estados, esses itens são tributados a uma alíquota inferior diferente.

Cada estado decide o que é e o que não é tributável. Se você tiver dúvidas sobre se o que você está vendendo é tributável ou não, entre em contato com nossa contabilidade para auxiliar você.

OS MAIORES MITOS 3: PAGUEI IMPOSTO SOBRE UM ITEM, ENTÃO NÃO DEVO DECLARAR SE EU REVENDE-LO

Se você vende um item tributável no varejo, é obrigado a coletar o imposto sobre vendas, mesmo que tenha pago imposto sobre vendas quando comprou o item. Muitas vezes ajuda pensar no imposto sobre vendas como um imposto sobre a transação, em vez de um imposto sobre o item real.

Felizmente, existem maneiras de contornar o pagamento de impostos sobre vendas de itens que você pretende revender. Se você tiver uma licença de vendedor (necessária para coletar o imposto sobre vendas), geralmente pode comprar itens sem impostos no varejo usando um certificado de revenda.

OS MAIORES MITOS 4: NÃO PRECISO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA TODOS OS ANOS

Esse mito pode custar-lhe dinheiro. Sempre preencha uma declaração de imposto sobre vendas quando chegar a data de vencimento, mesmo que você não tenha recolhido um centavo no ano.

Alguns acreditam que estudantes e aposentados não precisam declarar impostos, geralmente porque a renda desses grupos tende a ser muito baixa. Mas as pessoas de baixa renda não estão isentas de depósito, embora haja alguns casos em que você possa estar. Se você ganha abaixo de um determinado limite ou atinge uma faixa etária específica, pode se qualificar para obter ajuda gratuita de impostos.

A menos que a Receita Federal indique o contrário, quase todos são obrigados a apresentar uma declaração de imposto de renda. Se você não tiver certeza, a Receita Federal pode ajudá-lo a determinar se você precisa declarar impostos ou não. Você precisará saber o status do seu pedido, o imposto de renda federal retido e algumas informações básicas para ajudar a determinar sua renda bruta.

O aplicativo da Receita Federal pode ajudar a simplificar a matemática para determinar isso. Dito isso, se você acha que pagou impostos a mais, a única maneira de obter uma restituição de imposto é apresentando uma declaração de imposto.

MITO 5: SUA RENDA SECUNDÁRIA É ISENTA DE IMPOSTOS

Se você ganha dinheiro com seu trabalho paralelo, você precisará informar isso em seus impostos. O governo precisa saber quanto dinheiro você levou para casa no ano passado por meio de cada fluxo de receita que possui, incluindo transações em dinheiro.

A renda gerada por você pode tanto ajudar quanto prejudicar seus impostos. Você pode gastar mais tempo declarando seus impostos e pode até mesmo acabar pagando imposto de trabalho autônomo, mas existem alguns créditos e deduções para os quais você poderia se qualificar.

Os autônomos podem deduzir algumas das despesas de sua casa ou veículo se forem usados ​​para negócios. Você também pode reivindicar despesas educacionais e custos de seguro saúde se seu trabalho diurno não cobrir esses custos para você.

Qual documentação levar ao seu Contador para o Imposto de Renda?

Qual documentação deve separar para o Imposto de Renda? Seu contador pode te ajudar com o imposto de renda? Mais uma vez, é hora de se perguntar: devo pagar meus próprios impostos ou contratar um contador?  Como a situação financeira da maioria das pessoas muda a cada ano, vale a pena perguntar outra vez. Apresentar uma declaração de imposto de renda pode ser uma das questões mais complicadas com que você precisa lidar todos os anos. Em especial se você trabalha por conta própria ou possui seu próprio pequeno negócio. Códigos complexos e regras diferentes para várias situações podem tornar seus impostos um processo bastante difícil.

Então, contratar um contador para ajudá-lo com seus impostos pode poupar muito estresse. Veja a documentação para o Imposto de Renda, aqui está uma lista dos itens básicos que você deve fornecer ao seu contador. Embora ele possa solicitar outros documentos específicos de que você precisa.

O QUE SEU CONTADOR FAZ?

Os contadores fiscais têm duas funções principais – preparar declarações de impostos e tributárias.

Quer o contador seja autônomo ou trabalhe para uma empresa. Ele se especializou em auxiliar os clientes no preparo da declaração de imposto de renda. Por outro lado, eles se reúnem com os clientes para reunir a documentação necessária. Estas incluem comprovantes de investimentos e outros documentos financeiros. Para registrar essas declarações, o contador precisa conhecer as leis tributárias. Eles calculam quanto imposto é devido observando as deduções e créditos fiscais de um cliente.

Por fim, os contadores que fazem planejamento tributário costumam trabalhar com empresas maiores que atuam no exterior. O objetivo deles é desenvolver uma estratégia para que as empresas evitem prejuízos fiscais e diminuam o imposto de renda. Contadores internos e externos são contratados por essas empresas para desenvolver planos de longo prazo para economizar dinheiro ao longo do tempo.

1. INFORMAÇÃO DE IDENTIFICAÇÃO

Para preparar seus impostos, um contador precisa de certos detalhes de identificação que possam provar se você é quem diz ser. Seu contador precisará do seu número de seguro social. Por outro lado, todos os anos, a Receita Federal envia de volta centenas de declarações de impostos porque os nomes e números da previdência social no formulário não coincidem.

Você também pode trazer uma segunda forma de identificação. Pode ser carteira de motorista, carteira de identidade militar ou qualquer outra coisa com foto emitida pelo estado.

2. LEVE AO SEU CONTADOR SUA DECLARAÇÃO FISCAL MAIS RECENTES

Embora você possa não se qualificar para as mesmas deduções fiscais ou baixas do ano passado, fornecer ao seu contador o retorno do ano anterior pode ajudá-lo a acessar as informações e calcular certas deduções sem ter que ligar para você toda hora. Por outro lado, se você estiver se reunindo com um novo contador, esta é uma boa chance para discutir problemas que possam existir entre as declarações de impostos anteriores e qual deve ser sua melhor abordagem.

3. DECLARAÇÕES DE RECEITAS ADICIONAIS

Em primeiro lugar, você obteve outras fontes de receita durante o ano? Talvez você tenha algum bônus de juros e dividendos, renda de desemprego ou renda de seguridade social. Por outro lado, se for possível, você deve receber declarações para cada uma dessas fontes de receita que também precisará levar ao seu contador.

4. DOCUMENTAÇÃO DE PROPRIEDADES

Há muitas deduções para as quais você pode ser elegível. Traga todos os documentos relativos à compra recente de uma casa. Comprovante de hipoteca paga ou juros de empréstimo ou comprovante de pagamento de impostos imobiliários e de propriedade pessoal pagos.

5. POR FIM, LEVE AO SEU CONTADOR DOCUMENTAÇÃO DE DESPESAS PARA O IMPOSTO DE RENDA

Para obter suas deduções e créditos, você deve entregar a documentação que comprove suas despesas no ano para o qual está declarando os impostos. Portanto, traga recibos, faturas, contas médicas, doações a caridade, doações de impostos, despesas de procura de emprego, registros de viagens, despesas educacionais, despesas de trabalho autônomo e muito mais para seu contador. É melhor ter muita documentação para fornecer do que pouca.

POR QUE CONTRATAR UM CONTADOR PARA TE AJUDAR COM O IMPOSTO DE RENDA?

Um software financeiro de fácil uso torna cada vez mais fácil gerenciar as finanças da sua prática por conta própria. No longo prazo, entretanto, o uso eficaz de um contador pode gerar dividendos.

Então, um bom contador fará mais do que controlar os recibos e equilibrar o talão de cheques. Além de oferecer orientação sobre como certos itens devem ser classificados na declaração de impostos. Por outro lado, seu contador irá analisar dados financeiros e gerar dados para a preparação de impostos, tomada de decisões e muito mais.

Por fim, você pode manter os custos ​​fazendo você mesmo a parte simples e a preparação de documentos. Peça ao seu contador para treinar você, um membro de sua equipe. E aconselhá-lo sobre os melhores formatos de manutenção de registros a serem usados. Então, criar e aderir a um sistema de registros reduz a quantidade de tempo. Tempo que seu contador precisará gastar.

A importância de automatizar os processos manuais no seu negócio

Conforme a tecnologia continua inovando, as empresas que desejam permanecer competitivas precisam usar essas ferramentas de automação, que podem melhorar muito seus negócios, como o uso de software e outros sistemas para desenvolvedores.

Portanto, se você é um empreendedor e está em busca do crescimento organizacional, descubra a importância de realizar a automação dos processos manuais da sua empresa. Confira agora mesmo!

Principais benefícios

Um dos maiores desafios no ambiente organizacional e no ponto de vista do gestor é melhorar a eficiência do trabalho da equipe sem abrir mão da qualidade dos serviços prestados. No entanto, se isso era uma tarefa complicada no passado, agora é mais fácil usar os softwares e outros sistemas de automação, dependendo do segmento de cada empresa.

Para manter a qualidade do empreendimento e os rumos dos negócios, a satisfação do cliente deve ser uma prioridade, mas quando os processos são manuais, os gestores acabam por esquecer algumas tarefas essenciais, e consequentemente tem um impacto negativo na relação com os clientes.

Porém, com a automação dos processos, a equipe trabalha com muito mais qualidade, o que gera um aumento na produtividade e implica também para a satisfação da base de clientes que já possuem fidelidade com os seus serviços.

Integridade funcional

Com o contínuo desenvolvimento da inovação e dos negócios globais, é necessário ganhar maior competitividade no mercado. Nesse sentido, a automação comercial é essencial para atingir esse objetivo. Ao implementar essa inovação em sua empresa, você pode alcançar muitas vantagens competitivas.

Discutimos um dos pontos principais aqui, que é a competitividade, mas precisamos enfatizar alguns dos outros benefícios. Outro fator essencial é a agilidade e operacionalização dos serviços. Quando o processo é automatizado, torna-se mais rápido e prático os procedimentos.

Por exemplo, a verificação dos dados não depende da análise da planilha, mas das telas do software. Outra vantagem é a redução de falhas. Isso ocorre porque os profissionais podem se concentrar em atividades mais estratégicas.

Ou seja, estamos lidando com funções padronizadas, desempenhadas através da tecnologia, os processos automatizados reduzem muito a chance de erros manuais.

As pessoas têm mais tempo para realizar ações mais estratégicas porque não estão dedicadas apenas para realizar tarefas operacionais que consomem recursos da empresa.

Outro benefício é a redução de custos. O uso da tecnologia torna o processo mais barato porque o tempo reduzido significa, por exemplo, menos recursos alocados nas tarefas, sem falar no retrabalho e outros problemas.

Conforme mencionado anteriormente, o erro humano pode levar a perdas financeiras da empresa. Nesse sentido, quando opta por automatizar o processo de gestão, elimina todos esses custos possíveis, garantindo a saúde e estabilidade financeira da empresa.

Essa abordagem também pode tomar melhores decisões de gerenciamento, como a compra eficaz de matérias-primas e estoque, evitando perdas de negócios desnecessárias.

Por fim, a automação aumenta a capacidade de produção, reduzindo o custo de contratação e manutenção de grandes equipes. Com isso, os recursos podem ser melhor utilizados, para que você invista em estratégias que tragam melhores resultados no mercado.

A importância de automatizar os processos manuais no seu negócio

Conforme a tecnologia continua inovando, as empresas que desejam permanecer competitivas precisam usar essas ferramentas de automação, que podem melhorar muito seus negócios, como o uso de software e outros sistemas para desenvolvedores.

Portanto, se você é um empreendedor e está em busca do crescimento organizacional, descubra a importância de realizar a automação dos processos manuais da sua empresa. Confira agora mesmo!

Principais benefícios

Um dos maiores desafios no ambiente organizacional e no ponto de vista do gestor é melhorar a eficiência do trabalho da equipe sem abrir mão da qualidade dos serviços prestados. No entanto, se isso era uma tarefa complicada no passado, agora é mais fácil usar os softwares e outros sistemas de automação, dependendo do segmento de cada empresa.

Para manter a qualidade do empreendimento e os rumos dos negócios, a satisfação do cliente deve ser uma prioridade, mas quando os processos são manuais, os gestores acabam por esquecer algumas tarefas essenciais, e consequentemente tem um impacto negativo na relação com os clientes.

Porém, com a automação dos processos, a equipe trabalha com muito mais qualidade, o que gera um aumento na produtividade e implica também para a satisfação da base de clientes que já possuem fidelidade com os seus serviços.

Integridade funcional

Com o contínuo desenvolvimento da inovação e dos negócios globais, é necessário ganhar maior competitividade no mercado. Nesse sentido, a automação comercial é essencial para atingir esse objetivo. Ao implementar essa inovação em sua empresa, você pode alcançar muitas vantagens competitivas.

Discutimos um dos pontos principais aqui, que é a competitividade, mas precisamos enfatizar alguns dos outros benefícios. Outro fator essencial é a agilidade e operacionalização dos serviços. Quando o processo é automatizado, torna-se mais rápido e prático os procedimentos.

Por exemplo, a verificação dos dados não depende da análise da planilha, mas das telas do software. Outra vantagem é a redução de falhas. Isso ocorre porque os profissionais podem se concentrar em atividades mais estratégicas.

Ou seja, estamos lidando com funções padronizadas, desempenhadas através da tecnologia, os processos automatizados reduzem muito a chance de erros manuais.

As pessoas têm mais tempo para realizar ações mais estratégicas porque não estão dedicadas apenas para realizar tarefas operacionais que consomem recursos da empresa.

Outro benefício é a redução de custos. O uso da tecnologia torna o processo mais barato porque o tempo reduzido significa, por exemplo, menos recursos alocados nas tarefas, sem falar no retrabalho e outros problemas.

Conforme mencionado anteriormente, o erro humano pode levar a perdas financeiras da empresa. Nesse sentido, quando opta por automatizar o processo de gestão, elimina todos esses custos possíveis, garantindo a saúde e estabilidade financeira da empresa.

Essa abordagem também pode tomar melhores decisões de gerenciamento, como a compra eficaz de matérias-primas e estoque, evitando perdas de negócios desnecessárias.

Por fim, a automação aumenta a capacidade de produção, reduzindo o custo de contratação e manutenção de grandes equipes. Com isso, os recursos podem ser melhor utilizados, para que você invista em estratégias que tragam melhores resultados no mercado.

A importância de automatizar os processos manuais no seu negócio

Conforme a tecnologia continua inovando, as empresas que desejam permanecer competitivas precisam usar essas ferramentas de automação, que podem melhorar muito seus negócios, como o uso de software e outros sistemas para desenvolvedores.

Portanto, se você é um empreendedor e está em busca do crescimento organizacional, descubra a importância de realizar a automação dos processos manuais da sua empresa. Confira agora mesmo!

Principais benefícios

Um dos maiores desafios no ambiente organizacional e no ponto de vista do gestor é melhorar a eficiência do trabalho da equipe sem abrir mão da qualidade dos serviços prestados. No entanto, se isso era uma tarefa complicada no passado, agora é mais fácil usar os softwares e outros sistemas de automação, dependendo do segmento de cada empresa.

Para manter a qualidade do empreendimento e os rumos dos negócios, a satisfação do cliente deve ser uma prioridade, mas quando os processos são manuais, os gestores acabam por esquecer algumas tarefas essenciais, e consequentemente tem um impacto negativo na relação com os clientes.

Porém, com a automação dos processos, a equipe trabalha com muito mais qualidade, o que gera um aumento na produtividade e implica também para a satisfação da base de clientes que já possuem fidelidade com os seus serviços.

Integridade funcional

Com o contínuo desenvolvimento da inovação e dos negócios globais, é necessário ganhar maior competitividade no mercado. Nesse sentido, a automação comercial é essencial para atingir esse objetivo. Ao implementar essa inovação em sua empresa, você pode alcançar muitas vantagens competitivas.

Discutimos um dos pontos principais aqui, que é a competitividade, mas precisamos enfatizar alguns dos outros benefícios. Outro fator essencial é a agilidade e operacionalização dos serviços. Quando o processo é automatizado, torna-se mais rápido e prático os procedimentos.

Por exemplo, a verificação dos dados não depende da análise da planilha, mas das telas do software. Outra vantagem é a redução de falhas. Isso ocorre porque os profissionais podem se concentrar em atividades mais estratégicas.

Ou seja, estamos lidando com funções padronizadas, desempenhadas através da tecnologia, os processos automatizados reduzem muito a chance de erros manuais.

As pessoas têm mais tempo para realizar ações mais estratégicas porque não estão dedicadas apenas para realizar tarefas operacionais que consomem recursos da empresa.

Outro benefício é a redução de custos. O uso da tecnologia torna o processo mais barato porque o tempo reduzido significa, por exemplo, menos recursos alocados nas tarefas, sem falar no retrabalho e outros problemas.

Conforme mencionado anteriormente, o erro humano pode levar a perdas financeiras da empresa. Nesse sentido, quando opta por automatizar o processo de gestão, elimina todos esses custos possíveis, garantindo a saúde e estabilidade financeira da empresa.

Essa abordagem também pode tomar melhores decisões de gerenciamento, como a compra eficaz de matérias-primas e estoque, evitando perdas de negócios desnecessárias.

Por fim, a automação aumenta a capacidade de produção, reduzindo o custo de contratação e manutenção de grandes equipes. Com isso, os recursos podem ser melhor utilizados, para que você invista em estratégias que tragam melhores resultados no mercado.