Como perder o medo de abrir seu próprio negócio?

Abrir o próprio negócio é um sonho, ou um grande objetivo, para muita gente. E tão comum quanto ter esse sonho, é a presença do frio na barriga de medo que surge ao se imaginar liderando a própria empreitada.

Se você deseja assumir seu lado empreendedor, mas ainda tem insegurança, nós separamos algumas dicas para que você saiba como perder o medo de abrir o próprio negócio.

Passe do medo para o conhecimento

Sim, o desconhecido é temeroso, nosso cérebro é programado para se afastar do que não conhecemos e isso funciona como mecanismo para a nossa sobrevivência. Portanto, saiba que esse medo é esperado. E mais do que isso, é possível de ser superado.

Um dos caminhos mais efetivos para superar o medo do desconhecido é por meio da preparação com muito conhecimento. Ter um bom embasamento teórico antes de abrir o seu negócio dará a você mais confiança para seguir adiante.

Procure saber o suficiente sobre gestão de negócio, empreendedorismo, sobre o seu ramo de atuação, a região que pretende trabalhar, a legislação do setor desejado, se há demanda para o seu serviço, qual será o seu diferencial e como fazer o seu marketing.

O SEBRAE é uma excelente fonte especializada sobre todas essas questões.

Outro ponto que te ajudara a vencer o medo abrir um negócio, é ter uma consultoria contábil especializada. São profissionais que vão lhe orientar sobre todos os trâmites para a abertura da empresa, bem como os impostos a serem pagos, como são os procedimentos para contração e desligamento de trabalhadores, e como organizar a movimentação do caixa e controlar as finanças da sua empresa. Essa assessoria contábil é um apoio essencial para te dar segurança e legalidade em todo o processo de início da sua empresa.

Ter conhecimento dará clareza sobre como é a vida de empreendedor, ajudará no caminho para o sucesso e resultará na marca de empresa que sobreviveu aos difíceis anos iniciais e prosperou.

O conhecimento deve se transformar em ação

Com todo o conhecimento adquirido em mãos, o medo inicial já vai começar a se diluir e o próximo passo para vencer o medo de abrir um negócio próprio é passar para a ação. Tenha a coragem de assumir seu espírito empreendedor e passe do sonho para o plano, e do plano para a ação. Use seu foco, disciplina e vontade de inovar e aperfeiçoar para executar um planejamento. Com todos os critérios e informações que você descobrir que são necessários estudando sobre como empreender, elabore um plano de negócio.

O plano de negócio será seu mapa, um guia, para saber quais etapas devem ser cumpridas e quando elas acontecerão. Ele te ajudará a saber como está o controle do capital inicial e como está a provisão de lucro, o que precisa ser feito, o que precisa ser mudado.

Se grande parte do medo de abrir um negócio é causada pelo medo do desconhecido, o plano de negócio lhe orientará com segurança. E não hesite em procurar por gestores profissionais e consultorias especializadas quando sentir que precisa de ajuda.

Então, vamos lá? Conhecer e agir é o melhor jeito de superar o medo de abrir um negócio.

Empreendedorismo e inovação: entenda mais sobre esta ligação

Vivemos a era da transformação digital, logo, a tecnologia está ditando cada vez mais a sociedade e o mundo corporativo. O empreendedorismo também é uma expertise cada vez mais elementar no mercado.

Nesse sentido, os conceitos de inovação e empreendedorismo estão cada vez mais alinhados e devem orientar todo o trabalho exercido dentro de uma organização.

Inovar e empreender são alternativas fundamentais para empreendedores que almejam sair da zona de conforto e prosperar nos negócios, sendo um diferencial competitivo notório.

A importância da inovação

O conceito de inovação, no âmbito corporativo, diz a respeito à criação de algo que se destaque e seja diferente dos produtos tradicionais no mercado.

Cada vez mais as empresas vêm percebendo a importância da inovação como diferencial competitivo em um mundo corporativo cada vez mais qualificado.

Aliás, cada vez mais a cultura organizacional das empresas precisa incentivar as inovações e estimular a criatividade de seus colaboradores.

Na conjuntura atual do mercado não dá para trabalhar de maneira engessada. Sair da zona de conforto é mais do que necessário nas configurações atuais da sociedade.

Empreender tem como um de seus preceitos fundamentais enxergar oportunidades e assumir lideranças. Logo, é fácil associar como ambos os conceitos são complementares.

A junção dos conceitos em questão permite utilizar de forma estratégica e inovadora soluções de mercado que possam transformar significativamente uma marca ou um serviço em questão.

O mundo está muito dinâmico, a tecnologia é incessante, logo, é natural que os empreendimentos acabem caminhando para estas tendências para não ficarem estagnados.

A experiência do consumidor – cada vez mais exigente -precisa ser inesquecível. Mas para assegurar uma experiência satisfatória não dá para apostar em velhas fórmulas.

Contudo, não se trata de uma inovação a qualquer custo. É preciso ter estratégias sólidas, uma vez que para a inovação se consolidar, ela precisa trazer um bom retorno financeiro e satisfazer as expectativas do mercado.

Como inovar em um empreendimento

Não tem como empreender sem ousar, sem ter liberdade criativa para testar ideias e trabalhar com conceitos que saem do tradicional. Quem anseia empreender precisa trabalhar com projetos que sejam diferentes e que provoquem uma mudança de protocolo no que já é habitual no mercado.

Para tanto, é preciso enxergar as oportunidades advindas do mercado e trabalhar para ocupar espaços que ainda estão em déficit no mundo das organizações.

Inovar deve ser uma meta primordial dentro de um plano estratégico de uma organização, independentemente do seu tamanho.

Para tanto, é preciso investir em eventos e segmentos similares que propiciem uma troca produtiva entre os profissionais, de forma a estimular novas ideias.

Além disso, é preciso fazer pesquisas recorrentes de mercado para identificar como trabalhar de forma diferenciada e explorar novas possibilidades de serviços.

A cultura de inovação deve ser implementada na cultura organizacional. O DNA de uma organização deve trazer este diferencial competitivo pautado em ideais de vanguarda, que fujam de modelos padronizados e engessados.

Conheça os nossos serviços

Acesse o nosso site e conheça melhor os nossos serviços. Entre em contato com a nossa equipe por meio dos nossos telefones.

5 dicas para conquistar novos clientes

Além de manter os clientes que já tem, o empreendedor precisa agir de forma a trazer outros para sua carteira. Estratégias já usadas podem ser repetidas e outras podem ser adicionadas. O objetivo do empresário deve ser sempre fidelizar e atrair. Neste artigo, você vai conferir 5 dicas do que fazer para atrair mais pessoas para seus produtos ou serviços. Veja!

1. Pesquisar o mercado para potenciais clientes

A pesquisa mercadológica serve para diversos fins. E entre eles está aquele que precisamos agora: o de identificar novos clientes. Em geral, a ferramenta usada é um questionário elaborado de acordo com a necessidade do empresário: trazer novos clientes, novos fornecedores ou o que mais for preciso.

Justamente por ser uma necessidade para conquistar novos clientes, hoje já existem muitas empresas especializadas nesse tipo de serviço. O empreendedor que deseja expandir a carteira de clientes deve considerar a contratação de uma pesquisa.

2. Usar a Internet

O mundo inteiro usa os motores de busca para procurar o que querem e precisam. Então, o melhor outdoor agora é a internet. É bom que o empresário saiba usar bem os recursos digitais para trazer prospectivos consumidores. Podemos listar os principais:

Marketing digital

São as estratégias para dar visibilidade à sua marca na internet. Ela pode envolver conteúdo textual e gráfico em blogs integrados ao seu site.

SEO

SEO é a sigla em inglês de otimização para motores de busca. É uma maneira de posicionar sua página nas primeiras páginas em sites de busca como o Google.

Redes sociais e Youtube

Instagram e Facebook têm bilhões de visitas diárias. Só essa já é uma razão mais do que suficiente para investir nas redes sociais em busca de novos clientes. Outra forma de gerar leads é o Youtube. Expor os produtos ou serviços no Youtube pode trazer potenciais clientes que não tem o hábito de ler textos extensos. Use também o LinkedIn, que é uma rede social com recursos voltados a negócios, como o Sales Navigator.

3. Atender com excelência

Pouco adianta trazer novos clientes se não houver fidelização. Um fato é que o bom atendimento é imprescindível para isso. Quem é bem atendido, fica. Quem é mal atendido, além de não voltar, desaconselha outras pessoas a procurar seu produto ou serviço, além de usar canais da internet para reclamar.

Um atendimento humanizado, que faz com que o cliente se sinta acolhido, facilmente fará com que ele fale bem da sua empresa para quem ele conhece. Assim, você o fidelizará. E fidelizar faz recomendar.

4. Conhecer as necessidades dos novos clientes

A necessidade do cliente também pode ser conhecida através das pesquisas de mercado. Mas outra ótima forma de conseguir essas informações é por conversar com os potenciais clientes. Perguntar diretamente e escutar o que ele diz facilita oferecer o produto que ele precisa.

5. Estimular Indicações de clientes atuais

Sempre lembre o seu cliente atual de recomendar sua empresa a outras pessoas. Uma maneira de promover essa ação é por oferecer descontos ou bônus em seus serviços a cada novo cliente trazido. É uma estratégia que fará o seu cliente atual se sentir motivado a trazer amigos, parentes e colegas de trabalho.

Passo a passo para aumentar a produtividade do seu negócio

Em um mercado tão saturado de novidades, é muito difícil para o empresário de hoje em dia se destacar entre os demais e encontrar lugar entre as grandes empresas.

Por que aumentar a produtividade da empresa é algo importante?

Com o avanço da tecnologia e as descobertas de novas pesquisas, hoje se tem noção do que é necessário para melhorar o sucesso empresarial e aumentar a produtividade de um negócio – fazendo crescer as chances de uma empresa bem-sucedida no mercado atual.

Todo empresário hoje deve ter foco principal em não cair em obsolescência, mantendo-se sempre atualizado com as mais novas tecnologias, automatizações e estratégias mercadológicas.

Como aumentar a produtividade do meu negócio?

Para os que têm dúvidas quanto à abordagem de gestão para o crescimento de um negócio, abaixo estão conglomeradas uma série de dicas para aumentar a produtividade de seu negócio nos dias atuais.

• Estruture um plano de metas e objetivos:

As metas são importantes para indicar o caminho que se precisa trilhar até alcançar o objetivo estabelecido, então é de vital importância para o crescimento de uma empresa que os diversos setores possuam metas e incentivos para atingi-las.

Além disso, é importante que as metas sejam específicas para cada finalidade, pois dentro do plano de metas a gestão de uma empresa vai achar oportunidades para inovar, ampliar serviços, alcançar objetivos e tornar cada área mais eficiente, possibilitando aos poucos a instituição de metas cada vez mais ambiciosas e, portanto, o crescimento da empresa – setor a setor.

• Treine seus colaboradores:

Os colaboradores devem refletir a imagem da empresa, vestir a camisa. O treinamento é importante para que a empresa consiga extrair o potencial máximo de cada funcionário de forma que consigam se tornar cada vez mais produtivos, trabalhando alinhados e em sintonia.

A capacitação técnica do pessoal está diretamente relacionada com sua produtividade diária, de forma que os treinamentos capacitadores têm potencial para lapidar os colaboradores e torná-los mais produtivos e engajados – é um investimento que vale a pena mesmo para as menores empresas.

Quando não há capacitação, os funcionários podem acabar gerando custos para a empresa através de erros e retrabalhos.

• Estimule e otimize a comunicação interna:

O alinhamento entre as diferentes áreas de um negócio pode ser a chave do sucesso. Muitas empresas hoje em dia investem em sistemas de software integrados para atingir esta conexão entre os diferentes setores de um negócio.

Quando há integração entre as áreas a empresa evita a duplicação de informações, retrabalhos e otimiza a produção, sem falar que as tomadas de decisão se tornam mais fáceis uma vez que todos os dados se conectam de forma direta.

• Utilize a tecnologia a seu favor:

Empresas que se deixam cair em obsolescência tendem a ser substituídas por empresas mais novas, de forma que aumentar a produtividade também significa utilizar de novas tecnologias para otimizar a criação de novos e mais atraentes produtos.

• Automatize atividades repetitivas:

Quando se mantém atividades repetitivas de forma manual, uma empresa se sujeita a muito mais erros humanos e à desaceleração de seu crescimento – uma vez que a automatização de processos repetitivos garante a otimização destes processos, acelerando a produção como um todo.