Conheça 5 formas de evitar problemas fiscais na sua empresa

Não há nada mais compensador do que abrir um negócio. Para muitos, ainda, inaugurar uma empresa é a verdadeira realização de um sonho. No entanto, existem muitos processos burocráticos que, uma vez despercebidos, podem significar uma verdadeira dor de cabeça para o empreendedor.

E, talvez, um desses processos mais emblemáticos, que pode ocasionar uma série de problemas para a sua empresa, está relacionado às questões fiscais. Não há dúvida que as principais causas de falência e fracasso no ramo empresarial brasileiro estão ligadas as responsabilidades fiscais, tributárias ou contábeis de uma empresa.

Se você deseja saber mais sobre esse assunto, além de evitar que essas situações ocorram com você, fique conosco e conheça as 5 formas de evitar problemas fiscais na sua empresa. Acompanhe.

1. Invista em um contador qualificado

Se existe um profissional que pode dirigir as contas de sua empresa, de forma a evitar qualquer eventual problema com o fisco, esse profissional é o contador.

Além de toda a experiência no setor, o contador também é responsável por orientar toda a equipe a se submeter a uma gestão condizente com a legislação em vigor.

Desse modo, para não cair em nenhuma armadilha fiscal e ter todo o trabalho de uma vida desmanchado, busque o auxílio de um contador. É esse profissional que garantirá que todas as manobras de sua empresa sejam limpas e legais.

2. Elabore um calendário fiscal

A organização é a mãe do sucesso. Pensando nisso, é imprescindível que a sua empresa lance mão de um calendário fiscal que dê conta de todas as transações e movimentos relacionados ao fisco.

Desse modo, busque a ajuda de profissionais para realizar essa tarefa. Lembre-se, também, que já existem milhares de programas e softwares que podem auxiliar na elaboração de um calendário fiscal.

Assim, escolha o melhor modelo para a sua empresa e invista já nesse item extremamente importante para evitar problemas fiscais.

3. Auditorias internas

Estar um passo à frente na identificação de problemas e eventuais inconsistências no ambiente interno da empresa pode ser a melhor maneira para evitar problemas com o fisco.

Nesse sentido, as auditorias internas são o melhor caminho para se obter uma coesão na gestão corporativa, além de levantar dados e informações de imensa relevância para a evolução e o crescimento saudável da empresa.

4. Sempre atualize sua equipe

Outra ferramenta fundamental no combate aos problemas fiscais é, sem dúvida, a informação. Uma equipe que é continuamente atualizada e informada sobre os diversos trâmites da lei e de sua profissão, só tende a oferecer segurança e estabilidade para a empresa onde trabalha.

Desse modo, não pense que gastos com o pessoal é uma despesa. Pelo contrário, você deve encarar o aprimoramento de sua equipe como um investimento que será de enorme importância quando for preciso evitar autuações fiscais e multas desnecessárias.

5. Use a tecnologia a seu favor

Nos dias de hoje, é impossível fugir das ferramentas tecnológicas. No entanto, quem disse que você precisa mesmo fugir? Quanto mais você se torna íntimo das ferramentas digitais, mais sucesso você tem no século da informação.

Além disso, até nas questões fiscais você pode se dar bem se lançar mão de uma parceria tecnológica. Tendo em vista que há vários tipos de softwares capazes de gerir com critério todas as operações financeiras de sua empresa, evitando que possíveis situações fiscais possam ocorrer, a tecnologia só tende a ajudar.

Gostou do artigo de hoje? Entre em nosso site e acesse nosso conteúdo desenvolvido especialmente para você.

5 dicas de administração que todo empresário deve saber

Gerir uma empresa nunca é uma tarefa fácil, independe do setor ou do porte. São muitos os desafios na hora de administrar os negócios e decidir quais atitudes ou rumos tomar para colocar os projetos em funcionamento.

A área de administração de empresas pode ajudar os empresários a lidarem melhor com os seus negócios, dando dicas valiosas sobre as melhores estratégias de gerenciamento. Vamos conferir a seguir 5 dicas de como usar os ensinamentos da administração.

1 – O Mercado deve ser o seu maior guia

O empresário, muitas vezes sem nenhuma formação em administração, pode se esquecer de ficar de olho no que está acontecendo no seu ramo mundo afora. Estar ciente das inovações e dos movimentos mercadológicos é essencial para colocar a sua empresa no mesmo rumo das tendências.

2 – O planejamento deve preceder todas as etapas de um projeto

É fundamental traçar as ações que serão tomadas antes de colocar algum projeto em prática. O planejamento é a chave para pensar estratégias de qualidade, identificando possíveis erros e pensando em como corrigi-los.

Com a gana de empreender suas ideias, o empreendedor pode começar a atuar sem passar pela fase de planejar e detalhar as suas metas e ações. Isso pode ser crucial para determinar o fracasso ou o sucesso do negócio.

É preciso saber, com precisão, quais serão os gastos e os lucros obtidos no início da empresa, além de traçar uma meta para que ela comece a ser sustentável e vantajosa. Sem uma prévia análise dessas condições o seu negócio pode estar totalmente dependente da sorte.

3 – Capital de giro é importante

O que um empresário precisa aprender com a administração é planejar o seu capital de giro. Esse mecanismo permite que o negócio consiga sobreviver em épocas de crise e de pouco retorno financeiro. Sem tal mecanismo a empresa estará fadada a depender dos movimentos do mercado. É importante lembrar que o faturamento não é fixo e estável, ele pode oscilar e isso não deve ser um impeditivo para o funcionamento da empresa.

4 – Vida pessoal e profissional separadas

Principalmente quanto ao controle financeiro, é fundamental que o empresário saiba separar suas finanças pessoais daquelas relacionadas a empresa. Retiradas constantes do caixa do negócio para fins pessoais certamente irão prejudicar o funcionamento do projeto.

Um erro comum é tratar os fundos pessoais e empresariais como se fossem complementares, sendo que o ideal é cada um ser administrado de forma separada e independente.

5 – Atualização

Para manter o negócio sempre crescendo e prosperando é preciso estudar, se atualizar e se atentar a mudanças e novidades. O que um bom administrador e um bom empresário devem ter em comum é a vontade de inovar e de aprender novas formas de aprimorar os seus projetos.

A administração de empresas auxilia o empresário a perceber pontos gerenciais que, se funcionando bem, serão cruciais para alavancar o sucesso e a consolidação da empresa como referência no seu setor de atuação.

Por fim, um bom empresário sabe que precisa utilizar de diversas fontes de conhecimento e também entende que precisa da ajuda de diversos ramos de profissionais para que seu negócio esteja sempre em ascensão.

O que podemos tirar de lição do Coronavírus até o momento

O que podemos tirar de lição do Coronavírus até o momento

Já estávamos começando a deixar de usar o termo crise em nosso vocabulário, especialmente no mundo corporativo. De forma inesperada, surge um novo contexto: o Coronavírus ou tecnicamente conhecido como Covid-19, que tem impactado globalmente milhões de pessoas e empresas. Nesse cenário caótico, faz-se necessário, mais do que nunca, que as lideranças coloquem em prática os soft skills, ou seja, competências e habilidades, como resiliência, planejamento, gestão de crise, comunicação e, sobretudo, tomada de decisão. O desafio é preservar tanto os profissionais quanto o negócio e toda a população.

Assim, é preciso agir de forma eficiente e rápida, para que os impactos não sejam maiores. Neste momento, o nível de consciência tende a subir, pois é fundamental cuidar do principal ativo das organizações, as pessoas, porém sem paralisar totalmente a empresa, uma vez que tais líderes também serão cobrados pela entrega de resultados e pelas demandas dos clientes. Uma missão bastante árdua, em meio a um panorama em que a principal estratégia no combate à propagação do vírus é a redução drástica da circulação de pessoas, com a suspensão das atividades de diversos setores, por iniciativa dos líderes ou por decretos governamentais.

Entretanto, muitas empresas não podem parar totalmente, ainda que se torne necessário manter os funcionários trabalhando no modelo home-office. E é importante lembrar que boa parte desses colaboradores sequer experimentou essa modalidade, sendo algo novo e, por isso, desafiador. Estar em casa, juntamente com outros membros da família, possibilita diversas distrações que podem consumir a agenda, jogando a produtividade no chão. Dessa forma, é essencial criar estratégias e orientações, desde acordar no mesmo horário usual, manter a concentração e o foco nas demandas que devem ser entregues, com assertividade.

Além disso, eventos cancelados, casamentos adiados, suspensão de aulas em escolas e universidades, fechamento de fronteiras é a realidade que vivenciamos e vivenciaremos por semanas – ou talvez meses. E, claro, todas as cadeias produtivas da nossa economia serão impactadas e até mesmo repensadas. Mais do que nunca, adaptação e flexibilidade são extremamente importantes.

Outro grande desafio desse contexto é o fato de nós, que sempre vivemos em sociedade, sermos obrigados, por razões óbvias, a nos isolar. Por enquanto, a ordem do dia é se recolher e não se expor nas ruas ou demais estabelecimentos. A sensação de fragilidade, vulnerabilidade e impotência toma conta das pessoas, sem diferenciar idade, cultura, raça ou religião. Já não é mais um problema deste ou daquele país, mas algo generalizado, o que mostra que estamos todos no mesmo barco: ricos, pobres, letrados ou não estão sendo enterrados ao redor do mundo. Dessa forma, o momento atual traz a oportunidade de expandir nossa mente, exercitar o altruísmo e se preocupar com o bem de todos os seres, próximos de nós ou não.

Nesse contexto, entendemos que nossas ações refletem positivamente ou não no todo. Fazendo uma análise quanto aos brasileiros, somos calorosos, e ajudar faz parte do nosso DNA. A cada momento, aumenta a empatia, seja no apoio aos idosos com as compras nos supermercados ou farmácias para que eles não estejam expostos, seja nas empresas que liberam gratuitamente o acesso a treinamentos, livros e outros temas à população que está enclausurada em seus lares.

Portanto, assim como no ambiente corporativo, é preciso ter um trabalho integrado em nossa sociedade, atuando de forma multidisciplinar e em time. Só com o esforço de todos, veremos a melhora dos resultados. Essa talvez seja a principal lição neste momento. A vida – tanto no âmbito profissional quanto pessoal – é imprevisível. É preciso sempre agir com coerência, ética, agilidade e equilíbrio.

É oportuno, ainda, usar essa perspectiva para repensar nossas ações e o impacto de nossas decisões dentro das organizações ou na esfera pessoal. Já que estamos sendo forçados a parar, então por que não aproveitar deste momento para refletir sobre o que podemos mudar? O que podemos transformar, primeiramente, em nós, para que, depois, possamos impactar as mudanças, sejam elas nas empresas ou mesmo nas pessoas com as quais lidamos no dia a dia?

 

Fonte: https://administradores.com.br/