Descubra maneiras de controlar as finanças da sua empresa

Entenda de que forma a contabilidade financeira pode te auxiliar neste processo

Controle financeiro é algo fundamental para o fechamento da sua empresa. O intuito financeiro da sua abertura é sempre reverter os serviços em lucro, sendo assim, é necessário que o negócio feche todos os meses no azul, para fazer sentido. Para que isso aconteça, é necessário ter um bom controle financeiro.

Ocupado com as questões técnicas específicas, você, empreendedor, pode acabar se enrolando com as finanças e é aí que uma contabilidade financeira pode entrar para ajudar com sistemas de controle de gastos.

Neste artigo, você vai entender a importância do controle financeiro e como uma contabilidade poderá ajudar neste processo.

CONTABILIDADE COMO BRAÇO DIREITO

Não pode haver uma mistura entre as suas conta pessoais e da sua empresa, até porque as da sua empresa precisam prever lucros, estes que serão transferidos para a sua conta pessoal. Mesmo as duas caminhando muito junto, precisam ser administradas de forma separada.

Os fechamentos financeiros que falarão em qual caminho a sua empresa está, e esse balanço que deverá fazer é um setor contábil. Através dessa parceria não só o balanço poderá ser feito pelo escritório, mas todo o planejamento monetário para um melhor investimento é essencial ser feita por um especialista economicamente, no caso, o contador.

E isso independe se você esteja uma boa cabeça empreendedora, até mesmo cursos e formações específicas na área, no momento em que você abre um negócio, precisará focar no bom serviço em que ele será prestado, que deve ser de usa especialidade, de forma que você venha formar bons funcionário e desenvolva uma produção para que ele venha ser o melhor possível.

AUXÍLIO DIGITAL

Sites, programas e aplicativos passam longe de ser regras no que tange a controle financeiro e contabilidade empresarial, mas eles podem dar uma grande ajuda numa noção do empresário no que se refere aos seus gastos.

Claro que ele precisa estar respaldado por uma contabilidade, mas ele sempre precisa estar em contato e atento acerca do posicionamento financeiro da empresa.

Então, assim como a boa e velha planilha do excel, esses programas e aplicativos, muitos deles de bolso, podem dar uma noção rápida e até ajudar em sua noção de projeção.

Guia Bolso: Aplicativo financeiro mais completo, pois é integrado com instituições bancárias, dando um resultado monetário cada vez mais próximo da sua realidade financeira.

Mobilis: Possui a versão mobile, mas a online é a mais completa. Conta com acesso a gráficos que demonstram de forma atualizada o processo financeiro da sua empresa. Mas diferentemente do “Meu Dinheiro” e do “Guia Bolso”, possui uma versão a parte da gratuita que dá mais recursos aos assinantes.

Meu Dinheiro: aplicativo que permite uma análise financeira total, até mesmo por meio de pagamentos futuros (cartões de crédito e cheques pré-datados). Além disso, ele tem a opção de inclusão de prospecções financeiras futuras. O “Meu Dinheiro é um aplicativo gratuito.

Minhas Economias: Como diferencial possui lembretes. É gratuito. Assim, como também, o “Projetos Financeiros”.

Tenha coragem para pedir ajuda!

Pode até parecer complicado, mas pedir ajuda faz parte da nossa trajetória

A ideia de iniciar um negócio próprio, de pronto, quase sempre é uma utopia. Utopia tem a ver com sonhos, o que é bom, mas muito difícil de coloca-los em prática. Como o desencorajamento de se investir em um empreendimento pessoal é recorrente, apenas uma minoria encara todos os problemas e parte para cima para desenvolver o seu negócio.

Ao olhar ao redor, você sabe muito bem que o teoricamente ideal está em ser submetido a uma pirâmide escalonar, ou seja, ser submisso a uma chefia em um emprego fixo, já que isso é o que é comum em sua realidade. E escrevo realidade sem medo de generalizar, já que é impossível, no seu vínculo de pessoas próximas, entre amigos e família, não ter pelo menos uma pessoa adepta ao tal regime CLT. O que não é errado, mas também não é a verdade absoluta de ser um assalariado. Há alternativas…

Mas ser uma exceção entre a regra não indica necessariamente que você está sozinho em sua jornada, sozinho você ficará se não abrir a sua boca para pedir ajuda, por algumas vezes até para pessoas que não estão na mesma pegada de investimento pessoal, como você, mas poderá te ajudar com determinado conhecimento técnico, específico ou até mesmo com a experiência de vida.

E se você acha que “pedir socorro” é uma alusão à fraqueza, logo, se engana. Vamos ver neste post, então, como pedir ajuda.

PEDIR AJUDA É IMPORTANTE

Você certamente já escutou aquela máxima popular que diz que “A união faz a força”. E temos que admitir que isso é completamente verdeiro, principalmente quando se trata do início, do processo de montagem e pontapé inicial da sua empresa.

Quando você inicia uma empresa, o resultado tende a demorar para aparecer, até porque no começo as saídas são maiores que as entradas e as coisas são muito lentas.

Logo, quando você grita socorro, quem te socorre dá uma clara contribuição para o aceleramento para o aparecimento dos seus resultados positivos.

E essas ajudas podem ser até práticas, contribuindo com a mão na massa, ou até mesmo de forma de conselho, ou seja, uma consultoria.

Toda ajuda, no ponto certo, é bem-vinda para o pontapé inicial de uma empresa.

A NECESSIDADE DA CORAGEM

Você precisa saber exatamente a medida certa entre o otimismo e o realismo, sempre sendo positivo, mas com o pé no chão, essa medida é mais complicada do que se parece para se encontras, então vamos à fatores que vão lhe auxiliar em achar esse ponto de controle.

  1. Você irá escutar nãos

O que não é o fim do mundo, e digo mais, o lapida para encontrar a forma certa para se conseguir um sim. Terão situações intimidadores que se comprovarão no ato do pedido, porém, terão situações tão semelhantes quanto e você conseguirá tirar de letra, alcançando o seu objetivo. Toda essa questão é relativa ao “outro lado do balcão”.

Se você já tem um não, busque um sim. Mas se você, mesmo assim, só conseguir um não, absorva um novo método para alcançar o sim.

  1. Seja estratégico com as competências

Saiba exatamente o que você precisa e quem poderá te ajudar. Observe o que você poderá adiantar, o que está dentro das suas competências e conhecimentos, por outro lado nunca ache que você é bom em tudo, logo, mapeie as suas características e competências principais.

Após você ver o que é bom o suficiente para fazer, busque então pessoas, de acordo com a sua proximidade e competência para determinadas funções.

  1. Busque inspirações

Sabe aquela sua referência empresarial que hoje é um case de sucesso? Então, para ele chegar onde chegou precisou de ajuda.

Se inspire em histórias, leia biografias e absorva sempre o que é aquela personalidade irá te ensinar. Mas repare, eles nunca conseguiram sozinhos, se não fosse o suporte de pessoas nas quais eles recorreram possivelmente não atingiram um patamar tão alto para se tornar referência para outras pessoas do mesmo setor.

A importância da contabilidade gerencial no gerenciamento de empresas

Saiba a importância da contabilidade gerencial na hora de gerenciar a sua empresa

Na hora de gerenciar a sua empresa, você terá grandes desafios pela frente, entre eles a contabilidade financeira.  Se engana redondamente aquela pessoa que acha que dentro da gestão do seu negócio pode muto bem lidar com as questões contábeis apenas com o seu conhecimento de mundo e que lidar com dinheiro qualquer um pode. Outro erro comum, são empresários (muitos deles de primeira viagem) que possuem receio de confiar a contabilidade financeira da sua empresa na mão de “qualquer um”. O que ao mesmo tempo é bastante comum e muito perigoso.

Em meio a tantas preocupações no que tange ao gerenciamento de uma empresa, se preocupar com as finanças se torna mais uma “sarna para se coçar”, sendo que pode ser um departamento facilmente substituído por uma empresa séria e competente.

Saber que a contabilidade financeira de uma empresa está nas mãos de uma outra empresa especializada, desafogará muitas preocupações de diversos empresários.

  • Funções

São inúmeras as funções que podem ser desenvolvidas dentro de um processo de contabilidade gerencial. Funções que giram em torno da gestão financeira empresariam, mas que abrangem em processos de estudos de mercado interno e externo, a fim de descobrir como reter o máximo de dinheiro de contribuições financeiras e investir cada vez mais para o alavancamento do negócio.

Dependendo da forma de trabalho, a contabilidade pode otimizar o serviço de diversos departamentos interno da empresa parceira, gerando um desafogamento de funções e até mesmo um desafogamento financeiro nos departamentos. Matando assim, dois coelhos em uma única cajadada, já que dará mais qualidade de vida aos funcionários e desafogará o patrão financeiramente.

Algumas ferramentas não financeiras como o Valor Agregado de Mercado e o Valor Econômico Agregado são comumente usadas por esses departamentos financeiros, também.

Então, é importante que a empresa venha procurar uma contabilidade financeira que dê um suporte sério e competentes. São inúmeras empresas que fornecem esse tipo de serviço no mercado, mas é importante que o empresário esteja atento nos diferenciais e o quanto ela conversa com os princípios e valores da sua empresa em questão de foco específico. Faça uma boa pesquisa para não ter nenhum tipo de arrependimento futuro.

  • Competências

Muitas pessoas acham que um departamento de contabilidade precisa estar atento único e exclusivamente focado em ter conhecimentos financeiros. É claro que um contator precisa imprescindivelmente ter conhecimento econômico, mas são inúmeras áreas que interferem diretamente na economia.

O primeiro conhecimento além que um contador precisa ter é jurídico, por exemplo, pois trabalhará com questões tributárias que mexer diretamente com a legislação do país ou a lei orgânica do município.

É muito importante ter profissionais dentro de um escritório de contabilidade que estejam por dentro de tudo o que está acontecendo no mundo, pois todos esses fatores influem nas condições econômicas do país e do mundo. Como falamos com empresários do setor privado, é fundamental que todos saibam que tudo interfere economicamente e tanto você quanto a contabilidade precisam estar preparado a isso.

Fora isso, é bom ter profissionais apresentáveis, com bom diálogo seja via oral ou escrita. Além de ser, no mínimo, bilíngue, contemplando o inglês (atual dialecto universal) como segundo idioma de domínio.

E isso não se trata apenas de determinado funcionário, mas sim uma questão uniforme para que o departamento contábil seja cada vez mais competente.

Claro que os mecanismos digitais, planilhas online etc auxiliaram no processo, tanto que é extremamente importante que o funcionário do departamento tenha competência suficiente para lidar com esse maquinário virtual para que desenvolva problemas o mais rápido possível através desses mecanismos online.

Uma boa equipe do departamento de contabilidade define bem o empreendimento e um bom departamento contábil da sua empresa pode definir muito quanto ao seu futuro a médio e longo prazo.