Como Empreender? Será que sou empreendedor?


Primeiramente vamos a definição de empreendedor e empreendedorismo, que por sua vez, existem várias.

Resumidamente, empreendedor para mim é aquele que busca resolver problemas de forma criativa e inovadora, que planeja, que realiza, que assume riscos e faz acontecer.

Existem características que nos ajudam a descobrir se temos uma veia empreendedora… mas não se preocupe se você não as tiver, pois o melhor de tudo é que elas podem ser desenvolvidas. Veja abaixo algumas delas:

  • desejo de realização;
  • possuir iniciativa e liderança;
  • planejador;
  • busca conhecimento;
  • ter foco;
  • ser determinado;
  • ser proativo;
  • ter visão de futuro;
  • ser criativo e inovador;
  • ser resiliente;
  • fazer acontecer.

contabilidade

“O empreendedor é apaixonado por uma ideia e corre atrás dela. Ele tem que ter brilho nos olhos e vontade de fazer, mesmo que seja a segunda, terceira, quarta iniciativa.” Pedro Passos, Natura

“Empreender é acreditar no seu sonho, fazer com que mais pessoas acreditem nele e transformar tudo isso num sonho de um monte de gente. Sozinho fica pequeno. Tem que ser em time.” Arnold Correia, SubWay

Hoje empreendedorismo é definido como uma ação criativa, ousada, de risco calculado, direcionada à criação de algo novo a fim de solucionar problemas. O empreendedorismo exige que busque conhecimento, tenha iniciativa, desenvolva habilidades necessárias ao enfrentamento das dificuldades, criatividade, muita coragem para enfrentar os obstáculos, energia para estar preparado e muita persistência para fazer acontecer e em alguns casos, realmente tornar o impossível possível.

O empreendedor precisa desenvolver certas características que determina a sua escala empreendedora, ou seja, quanto mais deste perfil você tem ou potencializa, mais terá um perfil empreendedor de sucesso. O empreendedor é criado através da combinação de habilidades que possui ou são adquiridas, e o quão empreendedor é depende do nível destas habilidades e competências. Quanto mais se trabalha para aumentar ou potencializar estas habilidades e competência, maior as suas chances de ser um empreendedor de sucesso.

Empreendedor Corporativo (intraempreendedor) é aquele que busca a inovação, solucionar problemas de forma criativa e possui muita iniciativa. É o funcionário que empreende novos projetos na empresa que trabalha. Existem vários profissionais dentro das organizações com perfil empreendedor, inclusive é o perfil que as empresas inovadoras mais estão buscando. Quando a empresa possui uma política que contribui ou incentiva este tipo de atividade, as chances é que estas pessoas se destaquem e façam realmente a diferença dentro da empresa, ao contrário, geralmente estarão frustradas, com o sentimento de que poderiam estar contribuindo mais e alcançando melhores resultados.

Empreendedor Startup (cria novos negócios que podem ser escalados rapidamente) está preocupado em criar novos negócios e empresas, totalmente inovadoras e que possam causar um impacto acelerado no mercado.

Empreendedor Social (empresas com missão social) possui o seu diferencial na motivação, que sempre tem cunho social. A preocupação do empreendedor social está no impacto social que irá gerar, quais os benefícios estará proporcionando, através de soluções eficientes e eficazes. Visa a melhoria da sociedade através dos seus projetos de desenvolvimento social e humano, ao contrário do que muitos pensam, não é como uma ONG (sem fins lucrativos), apenas não é o principal objetivo.

Empreendedor de Negócios é aquele que tem ou necessita ter um ou mais negócios. Pode estar empreendendo por opção ou por necessidade, mas possui as características de um empreendedor. Em alguns casos começa um negócio em paralelo, como plano B, e depois que o negócio cresce assume completamente, em outros casos, vai iniciando novos negócios simplesmente pelo prazer de inovar, de correr riscos e encontrar novas oportunidades, ou até mesmo, pode ter herdado uma empresa.

Os negócios podem ser pequenos, médios ou grandes. Importante não confundir com pessoas, que apenas abrem uma empresa e tentam gerencia-la. O empreendedor possui a característica de estar sempre atualizando, inovando, criando, está comprometido, preocupasse com o negócio e busca resultados.

O que vai diferenciar o empreendedor das outras pessoas é a sua maneira de perceber a mudança, lidar com as oportunidades e problemas, pois possui iniciativa que gera mudança no negócio, assume riscos calculados, gera valor para a sociedade e transforma sonhos em realidade. Para o empreendedor não existe barreiras e limites, procura tornar o impossível totalmente possível.

Saiba então que não é apenas ter idéias, você deve colocá-las em prática, independente se a ideia é sua ou não. Empreender é gerar valor, fazer acontecer, tornar possível, seja sozinho ou em grupo, seja em sua própria empresa ou trabalhando para uma. Para empreender só precisa realizar, sem prejuízos é claro.

Você pode ser um empreendedor, visto que suas habilidades são totalmente desenvolvidas e devem ser trabalhadas para melhoria contínua.

E se você errar, não fique lamentando, aprenda com o erro e siga em frente.

Então, foco e ação, rumo sua a transformação.

Vamos nessa!!!

Fonte: administradores.com.br

JLL

Contabilidade em Salvador

As 7 atitudes do empreendedor vencedor em Salvador

Você tem as qualidades necessárias para se tornar um empreendedor de sucesso? Os melhores empreendedores têm em comum um certo conjunto de atitudes que formam sua personalidade. Isso inclui perseverança, ousadia, autoconfiança, capacidade de organização e muito mais. Como não podemos falar de todas, decidimos separar para o post de hoje 7 características dos empreendedores de sucesso:

1. Autoconfiança

A autoconfiança é uma característica chave para os empreendedores. Enquanto o mundo pode te chamar de “louco” por tomar aquela atitude ou criar aquele produto, você deve se manter firme no que acredita. Você tem que seguir em frente e superar os pessimistas. Lembre-se de que isso exige muito estudo anterior para amenizar o risco, não basta apenas jogar ideias por aí sem base. Isso afasta a possibilidade de cair no descrédito. Mas uma vez decidido, mantenha a confiança em si mesmo.

2. Dom político

O empreendedor de sucesso normalmente tem um poder agregador muito forte e uma enorme habilidade política para trazer para perto os melhores funcionários ou se aproximar de grandes mentores. Fazer networking de forma bem feita é essencial para quem quer empreender, sobretudo em áreas de tecnologia.

3. Capacidade de planejamento

Saber planejar é essencial, faz parte da gestão da empresa. Afinal não adianta ter boas ideias se elas não forem colocadas em prática com maestria e disciplina, não é mesmo? Essa atitude dos vencedores requer analisar cada situação de negócios, pesquisar, reunir dados e tirar conclusões baseadas no que foi revelado pela pesquisa. Um plano de negócios também deve ser bem planejado. Se for preciso peça ajuda de especialistas.

4. Habilidade de gerenciamento do dinheiro

A força vital de qualquer empresa é o fluxo de caixa. Você precisa dele para fazer compras, pagar funcionários e colocar seu produto à venda. Todos os empreendedores devem ter uma boa capacidade de gerenciar as contas da empresa. Se você não tem muita familiaridade com o assunto, procure um escritório de contabilidade. Talvez uma formação específica no assunto também ajude. Não perca o foco, pois o dinheiro deve ser bem empregado desde o nascimento da empresa.

5. Perseverança

Muito do empreendedorismo exige saber lidar com o fracasso repetido. Acontece muitas vezes. Você tem que ser capaz de conviver com a incerteza e pressão. Quando errar é preciso ser persistente para começar tudo de novo. Os empresários que conseguem lidar com isso têm tudo para seguir adiante e conquistarem o sucesso.

6. Visão

Um dos traços que definem o empreendedorismo é a capacidade de detectar uma oportunidade e imaginar algo que outros não imaginam. Os empresários de sucesso têm uma curiosidade capaz de identificar nichos negligenciados e colocar tudo na vanguarda da inovação. Eles são capazes de imaginar um mundo paralelo onde aquilo ali é uma realidade. Parece loucura? Não, é empreendedorismo.

7. Dom da arte de negociações

A capacidade de negociar de forma eficaz é, sem dúvida, uma habilidade que cada empreendedor deve dominar. Lembre-se sempre de que dominar a arte da negociação significa que suas habilidades são tão fortes que a pessoa com a qual você negocia deve se sentir a parte vencedora. É a base para  a construção de relações de negócios de longo prazo.

Fonte: br.sageone.com

JLL

Contabilidade em Salvador

Como se Tornar um Empreendedor Independente de Localização.


1. Aprender A Pescar É Muito Mais Importante Do Que O Peixe Em Si.

Um dos momentos difíceis de quando iniciei foi que, por vezes, eu costumava até mesmo sair para pescar com um tiozinho-amigo, que tinha em torno de 60 anos de idade, e possuía vasta experiência em pescarias.

Então, ele me ensinava coisas sobre o anzol, os peixes, como pegá-los, e eu costumava prestar bastante atenção a ele, a fim de aprender bem, e assim, ia empilhando peixes no refrigerador para ter alguma reserva de alimentos para comer.

Não necessariamente porque eu iria morrer de fome por falta de comida, já que talvez conseguisse apoio de familiares ou amigos próximos para isso…

Mas aquele foi o momento de BASTA, em que agora eu precisava tomar mais responsabilidade e que, a partir daquele momento, seria comigo.

E esse processo, de aprender a pescar com alguém que tem experiência, me trouxe uma lição importante.

Não apenas que se faz crucial aprender diretamente com alguém que já possui experiência em certo ramo, mas também que aprender o processo de como pescar é muito mais importante do que receber o peixe de mão beijada.

2. Ajuste As Lentes Das Suas Paixões Em Direção À Servir E Ser Útil Aos Outros.

Eu vejo muitas pessoas começando com o objetivo de terem um negócio e ganharem dinheiro, em vez de começarem com seus próprios propósitos de vida, paixões e contribuição.

Todos nós temos um dharma, aquilo que nós podemos fazer no mundo e que, algumas vezes, ninguém mais pode fazer.

Até que encontremos propósitos na vida, estamos mais é mexendo nossos pauzinhos tentando construir negócios e ganhar dinheiro.

Invista em treinamentos e educação, mergulhe em suas paixões e, somente quando você tiver um propósito direcionado…

Que o ajudará a superar TODOS os obstáculos, será hora de construir um negócio MAIOR, baseando-se em propósito e contribuição.

3. Mantenha As Despesas Gerais Baixas Até Que Você Construa Confiança.

Embora eu já tenha investido um montante significante de tempo e energia em desenvolvimento pessoal nos anos que me levaram até o início da construção de meu negócio, eu mantive as despesas gerais de minha empresa baixas.

No início, pense em reduzir o consumo de bens fúteis e gastos mensais. Desta forma, você construe a confiança de seu negócio, antes de aumentar suas despesas fixas.

4. Nunca Abra Escritórios Físicos Se For Se Tornar Um Empreendedor Independente De Localização.

Parece muito mais fácil ter um escritório em casa e eliminar qualquer trajeto longo ou despesa extra.

Ter uma “empresa física” parece desnecessariamente complicado. Sem clientes locais, não há razão para ter espaços de escritórios físicos.

E eventualmente, dei-me conta de que isto me deixaria livre para viajar para onde eu quisesse e trabalhar ao mesmo tempo, além de poder fazer meus próprios horários de trabalho, dentre vários outros benefícios.

5. Busque Se Livrar De Crenças Limitantes.

Se você não tirar nada mais deste artigo, este quinto ponto é o principal para você lembrar. Não há NADA MAIS PODEROSO que você possa fazer que assumir o compromisso de reprogramar suas crenças.

Qualquer atitude que você tomar no mundo não irá adiantar, se você tiver fixado a crença negativa de que “há muita competitividade”, ou de que “é muito bom para ser verdade” ou “dinheiro é algo do mal”, e assim por diante.

E é aí que eu poderei mesmo ajudar você, se você estiver aberto a ser ajudado.

Não haveria NENHUMA MANEIRA de eu ter chegado aonde cheguei agora, se eu não tivesse feito esta reprogramação de crenças, o que inclui sair da zona de conforto regularmente e de forma consciente, pelos últimos anos.

6. Seja O Mais Honesto Possível Consigo Mesmo.

Não caia no empreendedorismo independente de localização, ou nomadismo digital, para evitar algo.

Se você estiver usando a independência de localização para evitar sua terra natal, sua família, suas dívidas ou sua (seu) ex… você estará fazendo isto pelas razões erradas.

Se você estiver usando a independência de localização para viver na negação e fingir que não tem problemas que precisem ser enfrentados… você está fazendo isto pelas razões erradas.

E eventualmente, não poderá dar nenhum passo mais à frente, e a negação irá morder seu calcanhar.

Não use a independência de localização para “fugir” ou “escapar” de sua vida, pois a longo prazo, não adiantará.

Fonte: libertacaodigital.com

JLL

Contabilidade em Salvador

10 ideias para motivação de equipes de venda em Salvador.


Conheça as 10 atitudes do líder para manter em alta a motivação de equipes com ações simples de implementar e com grandes resultados

1. Esteja presente e mostre seu apoio e interesse

Cumprimentar todo mundo com um educado e (por que não?) caloroso bom dia (sem cinismo) já é um ótimo passo. Mas reserve um momento do dia para visitar cada equipe, perguntar como estão, se precisam de algum auxílio ou orientação. É evidente que se esta atitude for “da boca para fora”, de nada vai valer. Mas ao se sentir prestigiada e apoiada, a equipe tende a se motivar.

2. Mostre qual o papel de cada um no plano estratégico da empresa

Saber aonde a empresa quer chegar é muito importante. Mais ainda é saber como a alta direção planejou tudo isso, quais as estratégias e táticas envolvidas. E neste contexto, onde entra o papel do colaborador, qual sua importância nisso tudo? Ao perceber que seu desempenho é tão importante e valorizado quanto o de qualquer outro, o funcionário tende a se achar reconhecido, aumentando sua motivação.

contabilidade3. Integre diferentes equipes

O sentimento de que “todos estamos no mesmo barco” é muito saudável e, com certeza, fator de união e motivação de equipes. Promova reuniões em que cada equipe, mesmo de outros setores e principalmente do marketing, exponham suas dificuldades do dia a dia para as equipes de vendas e vice-versa. Se acontecer um diálogo agradável e um sentimento de empatia se estabelecer, os resultados serão extremamente motivadores.

4. Valorize as ideias e iniciativas dos colaboradores

Muitas pessoas se sentem motivadas com desafios, outras buscam reconhecimento. Para ambas, saber que suas opiniões e sugestões são ao menos ouvidas com atenção já é um importante passo para a motivação de equipes. Uma maneira de conseguir isso é a famosa caixa de sugestões, mas um concurso pedindo ideias para solucionar um problema específico da empresa, com um prêmio interessante, terá efeitos motivacionais na equipe muito mais acentuados.

5. Ofereça benefícios na forma de parcerias

É muito comum que grandes empresas ofereçam descontos para que seus funcionários usem academias, escolas de inglês, restaurantes e até cinemas. Mas esta prática não é exclusiva das grandes corporações. Qualquer empresa pode entrar em contato com outras e propor este tipo de parceria. Experimente e veja os resultados na motivação de suas esquipes!

6. Defina metas claras

Você quer uma equipe motivada para que ela atinja resultados de forma eficaz, correto? Nada mais justo que estabelecer com clareza essas metas. Melhor ainda seria fazer com que todos entendessem como estas metas contribuem para os resultados globais da empresa.

7. Reconheça aqueles que se destacam

É preciso ter tato e cuidado nesse momento, dependendo do estilo da equipe este reconhecimento talvez seja mais bem aproveitado se feito em particular. Mas se você perceber que é um consenso no grupo, faça os elogios em público, sem esquecer de mencionar a colaboração dos demais.

8. Inspire pelo exemplo

Um excelente método para a motivação de equipes é fazer o que se diz. Um líder que mostra que mais que dar ordens ou orientações ele também segue à risca tudo que pede é muito mais valorizado pelo time, que se sente motivado e inspirado a seguir seu exemplo.

9. Retorne sempre um feedback

Mesmo quando negativo (e se não for feito em caráter de cobrança) um retorno sobre os resultados da equipe sempre é benéfico. Nada pior para o time que não sabe se o rumo  tomado está dando os resultados esperados. Tanto individualmente como em grupo é muito importante dar o feedback a seus funcionários, elogiando nos acertos e cumprimento de metas, orientando nos erros e nos resultados abaixo do esperado.

10. Celebre as vitórias!

Não é preciso dar grandes festas a todo momento. Basta ser proporcional ao retorno conseguido. Ao atingir as metas de um grande projeto, nada mais justo que sair para comemorar ou mesmo organizar uma pequena reunião na própria empresa. Festas de final de ano também podem ser usadas para relembrar esses momentos. Mas uma festinha por um motivo especial sempre ajudará muito na motivação das equipes!

Em resumo, são 10 as atitudes que devem ser sempre cultivadas pelo líder para manter a motivação de equipes:

  1. Esteja

  2. Mostre

  3. Integre

  4. Valorize

  5. Ofereça

  6. Defina

  7. Reconheça

  8. Inspire

  9. Retorne

  10. Celebre

Fonte: saiadolugar.com.br

JLL

Contabilidade em Salvador

Você tem inteligência empreendedora?


Seja a inteligencia empreendedora em Salvador

Você tem alguma dúvida que o Brasil é um país de pequenos empreendedores? Acredito que não. Com mais de 17 milhões de empresas em nosso país pelo menos 70% delas são micro e pequenas empresas e esse número continua a crescer. Assim, todos os dias novos empresários despejam seus sonhos ao abrir um negócio e não raro se decepcionam com as dificuldades enfrentadas.

Por que é tão desafiador para um empreendedor ser bem sucedido hoje? Os motivos são muitos e incluem a dificuldade de acesso a crédito, burocracia, sistema tributário, mas especialmente pelo despreparo dos empresários para o negócio.

Se você decidisse ser um médico, dentista ou engenheiro, qual seria o primeiro passo? Com plena certeza estudar muito. Sem formação você não poderia exercer essas e muitas outras profissões que exigem comprovação de qualificação prévia. Mas, o mesmo não acontece com o empresário. Ele pode acordar de manhã, decidir abrir uma empresa e em pouco tempo se torna empresário.

Para ser empresário de direito você só precisa registrar a sua empresa e pronto, mas para tornar-se um empresário de fato é necessário muito mais. Toda a qualificação prévia que não é exigida quando você cria o seu negócio passa a ser exigida pelo mercado e isso explica porque grande parte dos negócios que não passam sequer do primeiro ano.

Nos meus mais de vinte anos ligados a pequenas empresas que deram certo ou errado, eu cheguei à conclusão que quatro fatores, na qual chamo de quatro inteligências empreendedoras, são fundamentais para o sucesso de um negócio:

contabilidade
1) Inteligência Financeira

Quando você domina os números da sua empresa, administra o seu caixa adequadamente, utiliza ferramentas de gestão e tem conhecimento prático de investimentos, contabilidade e tributos aplicáveis ao seu negócio você desenvolveu a inteligência financeira;

2) Inteligência em Gestão de Pessoas

Como dificilmente seu negócio prosperará sem uma equipe, aprender a lidar com pessoas tornou-se essencial. O seu conhecimento e habilidade em motivar, liderar e resolver conflitos é outra característica fundamental para o seu negócio;

3) Inteligência em Marketing e Vendas

Quem não vende simplesmente não sobrevive. Saber vender, criar estratégias de marketing e lidar com as ferramentas de apoio disponíveis no mercado é essencial para o negócio prosperar;

4) Inteligência Estratégica

Uma empresa não se administra somente no dia a dia, por isso projetar o futuro é imprescindível para o sucesso do negócio. Costumo dizer que um gestor é como um excelente meio-campista de futebol que passa a bola onde o atacante estará. Em negócios não é diferente, você precisa projetar onde a sua empresa estará e “lançar a bola para marcar o gol”. Portanto, a inteligência estratégica é tão fundamental quanto as demais inteligências.

Não acredito que existam segredos para um negócio prosperar, mas que dispomos de sacadas, metodologias, estratégias, técnicas, ferramentas e habilidades que geram resultados diferenciados. Portanto, cabe a cada um de nós empreendedores nos prepararmos para administrar a nossa empresa com inteligência e assim conquistarmos o tão sonhado sucesso e rentabilidade no nosso próprio negócio.

Fonte: administradores.com.br

JLL

Contabilidade em Salvador